Warner Bros. irá produzir filme do seu personagem Wile E. Coyote

wile-e-coyote-movie-01

“Desistir nunca, render-se jamais”, esse deveria ser o lema do Wile E. Coyote! Depois décadas caindo de precipícios e levando bigornas na cabeça, parece que o inteligente (ou teimoso) coiote terá sua recompensa! O incansável personagem animado da Warner Bros., que nunca desiste de capturar o Road Runner (Papa-Léguas), ganhará o seu próprio filme para os cinemas.

Por ainda estar em fase de desenvolvimento, não foi revelado se o longa-metragem, intitulado Coyote Vs. Acme, será um filme animado ou live action com CGI. Mas de acordo com informações da deadline.com, a obra será veiculado nos cinemas e a produção ficará por conta de Chris McKay, o diretor de The Lego Batman Movie. Os irmãos Jon e Josh Silberman serão os responsáveis pelo roteiro do filme.

Atualmente, Jon e Josh Silberman são os supervisores de produção do sitcom (série televisiva de comédia) Living Biblically (2018) do canal CBS (Warner Bros. Television). Anteriormente, os irmãos Silberman também trabalharam nas 3 últimas temporadas da série It’s Always Sunny In Philadelphia (2005-presente) do canal FX (Fox), além da série animada Bordertown (2016) para a FOX e a série Deadbeat (2014-2016) para a plataforma de streaming HULU.

wile-e-coyote-movie-04

O personagem animado Wile E. Coyote foi uma das criações dos mestres da animação Chuck Jones e Michael Maltese em 1949 para expandir a família dos Looney Toons da Warner Bros. Como toda animação televisiva de sua época, seu enredo era simples e objetivo, que retratava Wile E. Coyote tentando inutilmente capturar o Road Runner, um pássaro corredor extremamente veloz (do gênero Geococcyx), com planos fantásticos e engenhocas elaboradas. Todo material é claro, fornecido pela ACME! Naturalmente, o faminto e incansável coiote jamais conseguiu capturar sua presa!

wile-e-coyote-movie-03

Historicamente, a Warner Bros. nunca demonstrou interesse em produzir animação para o cinema, principalmente vindo do seu portfólio original. Nos últimos 22 anos, apenas 2 grandes filmes chegaram as telas de cinema, Space Jam em 1996 (orçamento: US$ 80 milhões e faturamento: US$ 230,4 milhões) e Looney Tunes: Back in Action em 2003 (orçamento: US$ 80 milhões e faturamento: US$ 68,5 milhões). O impacto desta expressiva diferença de faturamento, certamente levou a Warner Bros. a desistir de produzir filmes animados…

…entretanto, o sucesso que o filme animado Teen Titans Go! To the Movies, lançado agora em Julho de 2018 pela DC e Warner Bros. (orçamento: US$ 10 milhões e faturamento: US$ 37,5 milhões (por enquanto)), alcançou junto ao público, poderá encorajar a Warner Bros. a voltar a investir em animação para o cinema.

wile-e-coyote-movie-02Nome popular na América do Norte: Road Runner (do gênero Geococcyx)