Superando a proposta da Disney, Comcast aumenta para US$65 Bi a sua oferta para comprar a Fox

comcast-vs-disney-pela-fox

Menos de uma semanada depois do juiz federal ter aprovado a fusão das gigantes AT&T e a Time Warner, a corrida entre a Comcast Corporation e a Disney Company pela aquisição da 20th Century Fox ganha US$5 bilhões a mais de fôlego!

Em verdade, das duas empresas, a Comcast foi a primeira a demonstrar interesse na aquisição da Fox pelo valor de US$ 64 bilhões, que aconteceu oficialmente na segunda metade de 2017. A compra só não foi realizada porque na época, a Comcast tinha recém adquirido a SKY, empresa de TV paga, e já sendo dona da NBC, uma das maiores emissoras de TV aberta dos EUA e do mundo, o CEO Brian Roberts teve receio se sofrer represálias com a forte lei de monopólio americana. Desta forma, observando a oportunidade, a Disney não perdeu tempo e em Dezembro de 2017 a Fox aceitou a sua oferta de US$ 52.4 bilhões, transação que ainda hoje permanece aberta, pendente a análise e autorização do Dept. de Justiça Americana para ser oficialmente (juridicamente) concluída.

Como já comentado no 1º episódio do Geração Animação LIVE, ha algumas semanas que a Comcast voltou a ter interesse em comprar a Fox, portanto se tornando concorrente da Disney nesta transação. Na ocasião, tentando superar a oferta da Disney de US$ 52.4 bilhões, divididos entre dinheiro e ações, a Comcast propôs o valor de US$ 60 bilhões pagos exclusivamente em dinheiro.

Poucos dias depois, a Disney igualou a oferta da Comcast de US$ 60 bilhões, mantendo as mesmas condições de pagamento, parte em dinheiro e parte em ações. Da perspectiva contábil, especialistas dizem que a proposta da Disney seria melhor, pois teria menos encargos tributários pela compra.

Recentemente, a Comcast aumentou a sua proposta de compra da Fox para US$ 65 bilhões em dinheiro vivo, conforme divulgado pela própria empresa.

A Disney ainda não se manifestou, mas certamente continuará na corrida.

VALE LEMBRAR: A Comcast, além de ser a maior provedora de TV a cabo dos EUA, é dona da emissora televisiva NBC Universal e, desde 2016, da DreamWorks Animation, entre outras empresas subsidiarias como a Illumination Entertainment. Caso a Comcast compre a Fox, seja como for o acordo, é muito provável que ela crie um novo gigante no ramo de entretenimento, pois dentro do pacote da Fox estão à própria Fox Animation, a Blue Sky Studios (Carlos Saldanha) e os direitos cinematográficos de algumas franquias da Marvel, como tudo que engloba os X-Men e Fantastic Four (Quarteto Fantástico).