Morre aos 82 anos o diretor Isao Takahata, um dos co-fundadores do Studio Ghibli

morre-isao-takahata-studio-ghibli

Isao Takahata foi escritor, diretor, produtor e co-fundador do Studio Ghibli, junto com Hayao Miyazaki, em 1985. Isao Takahata faleceu nesta quinta-feira, dia 5 de Abril, aos 82 anos em um hospital de Tóquio devido a um problema cardíaco que batalhava desde o ano passado, segundo a animationmagazine.net

A carreira de Takahata teve início nos anos 60, quando trabalhou tanto na indústria televisiva, quanto cinematográfica. Responsável por poderosos títulos animados, ricos em simbolismos, como Grave of the Fireflies (Túmulo dos Vaga-lumes) (1988), Only Yesterday (Só Ontem) (1991) e Pom Poko (Pom Poko)(1994), Takahaka se tornou uma referência na criação de histórias emotivas. Mais recentemente, dirigiu o filme The Tale of the Princess Kaguya (O Conto da Princesa Kaguya) em 2013.

Nascido em 29 de outubro de 1935 na distrito de Mie no Japão, a notável vida de Isao Takahata foi marcada por uma tragédia quando tinha apenas nove anos de idade ao sobreviveu a um ataque aéreo em Okayama durante a Segunda Guerra Mundial. Essa terrível experiência foi refletido no drama Grave of the Fireflies (1988) onde dois órfãos lutam para sobreviver ao final de uma guerra.

Takahata se formou na Universidade de Tóquio em 1959 e conseguiu um emprego na Toei Animation, onde fez sua estréia na direção com Horus: Prince of the Sun em 1968. Foi durante o seu período na Toei que Isao Takahata conheceu Hayao Miyazaki. Em 1971, os dois artistas se afastaram da Toei para trabalharem longa animado Pipi Longstockings (That Never Saw the Light of Day) junto com o artista Yoichi Kotabe. A dupla continuou a trabalhar em conjunto durante os anos 70 e início dos anos 80, com Takahata produzindo Nausicaä of the Valley of the Wind (1984) aclamado filme dirigido por Miyazaki, que levou à fundação do estúdio de animação Studio Ghibli com Toshio Suzuki e Yasuyoshi Tokuma em 1985.

Como um dos pilares criativos do Studio Ghibli, Isao Takahata causou um impacto inicial quando escreveu e dirigiu Grave of the Fireflies em 1988 e posteriormente, também trabalhou na direção de Only Yesterday (Só Ontem) em 1991, Pom Poko em 1994, My Neighbors the Yamadas (A Família Yamada) em 1999 e The Tale of the Princess Kaguya (O Conto da Princesa Kaguya) em 2013, que recebeu a indicação ao Oscar de Best Animated Feature (Melhor Animação) em 2014.

Isao Takahata também co-produziu o documentário live-action sobre o Studio Ghibli, The Kingdom of Dreams and Madness (“O Reino dos Sonhos e Loucura”) lançado em 2013 e, mais recentemente, serviu como produtor artístico na obra animada de Michaël Dudok de Wit, intitulada The Red Turtle (A Tartaruga Vermelha) lançada em2016, que recebeu inúmeros elogios da crítica, incluindo a indicação ao Oscar de Best Animated Feature (Melhor Animação), foi premiada com a Annie Award de Best Animated Feature – Independent (Melhor Longa-Metragem Animada – Independente), e o prêmio especial Un Certain Regard no festival de Cannes. Entre seus diversos prêmios conquistados, Isao Takahata recebeu o prêmio de Lifetime Achievement Award do Locarno Film Festival em 2009.

grave-of-the-firefliesGrave of the Fireflies (Túmulo dos Vaga-lumes) (1988)

only-yesterdayOnly Yesterday (Só Ontem) (1991)

pom-pokoPom Poko (Pom Poko)(1994)

tale-of-the-princess-kaguyaThe Tale of the Princess Kaguya (O Conto da Princesa Kaguya) (2013)