Disney fecha o estúdio Disneytoon Studios em Glendale na CA

disneytoon-studios-fecha-01

No final deste mês, por decisão corporativa da Disney, o estúdio Disneytoon Studios, situado na cidade de Glendale na Califórnia, teve as suas atividades permanentemente encerradas. No processo, 75 artistas e outros funcionários foram demitidos e todas as produções, mesmo as em andamento, foram paralisadas effective immediately (com efeito imediato e efetivo) nas instalações do estúdio.

Uma das produções em andamento no Disneytoon Studios, conforme anunciado pelo próprio John Lasseter na D23 Expo de Julho de 2017, seria um spin-off de Planes (Aviões) de 2013, que faz parte da franquia Cars (Carros), intitulado provisoriamente de “Untitled DTS Film”, que inclusive já tinha data de lançamento nos cinemas para o dia 12 de abril de 2019. Este novo filme retrataria o futuro dos Aviões (personagens) dos filmes Planes (Aviões) e Planes: Fire & Rescue (Aviões 2: Heróis do Fogo ao Resgate) dirigido por Klay Hall e Bobs Gannaway, respectivcamente. Mas com o fechamento do estúdio, esse novo spin-off de Planes não está mais em desenvolvimento.

Como relatado pela indiewire.com, um porta-voz da Disney disse: “Ainda nada foi dito se eles (artistas e outros funcionários) serão transferidos ou não para outro estúdio da Disney ou para a Pixar.

Como nos últimos anos, o mercado de Blu-ray/DVD foi drasticamente decrescendo, fez sentido monetariamente do ponto de vista empresarial da Disney fechar o Disneytoon Studios, uma vez que o estúdio é berço criativo de diversos filmes spin-offs direto-para-video dos clássicos da Disney e posteriormente da Pixar, incluindo Lion King 1½, Mickey’s Twice Upon a Christmas, Lilo & Stitch 2: Stitch Has a Glitch, Mulan 2 e Bambi 2. Com o sucesso do filme animado Cars (Carros) da Pixar, outros spin-offs desta franquia também foram produzidos pelo Disneytoon Studios, como Planes, em 2013, e Planes: Fire & Rescue, em 2014. Além dos recentes campeões de bilheteria Coco (Viva – A Vida é Uma Festa) e Incredibles 2 (Os Incríveis 2), que também passaram pelo estúdio.

disneytoon-studios-fecha-02

Especula-se que outra razão do fechamento do Disneytoon Studios seria pelo desligamento de John Lasseter da família Dinsey.

Desde que John Lasseter anunciou, no dia 21 de Novembro de 2017, que iria se afastar do trabalho por 6 meses devido a acusações de assédio sexual, feitas por mulheres da equipe da Disney e da Pixar, executivos do estúdio tiveram que avaliar cuidadosamente a situação do ocorrido e a opinião da indústria para tomar uma decisão cabível, e no meio disto tudo ainda lançar o que acabou sendo dois de seus filmes de maior sucesso até hoje, Coco (Viva – A Vida é Uma Festa), em Novembro do passado, e Incredibles 2 (Os Incríveis 2), agora em Junho.

Como relatado pela Disney, no dia 9 de Junho de 2018, John Lasseter efetivamente não voltaria mais, trabalharia apenas como consultor externo até o fim de 2018. No dia 19 de Junho de 2018, Jennifer Lee e Pete Docter foram nomeados para substituir John Lasseter como chefe de criação da Disney e da Pixar, respectivamente, na ocasião, aparentando que as dificuldades do Disneytoon Studios tinham acabado.

disneytoon-studios-fecha-03

Mas, entretanto, todavia… à luz da aprovação do Departamento de Justiça Americano da aquisição da Fox pela Disney, que incluem a Fox Animation e a Blue Sky Studios, poderiam resgatar os atuais trabalhos da Disneytoon Studios e assim todos sairiam ganhando! …menos a Comcast, é claro!!!